Search

Inspiração de Andy para Andy


Mestre? Referência? Ídolo? Junte estes três predicados e a soma se chama inspiração. Inspiração que norteia até chegar a Andy Warhol, ícone da pop art e um dos nomes principais do período contemporâneo na arte. Se estivesse no nosso plano Andy completaria 86 anos no dia 6 de agosto, mas ele é um dos típicos caras que parece eternamente vivo, atemporal. Duvidaria muito que ele mesmo com quase 90 anos estaria aposentado e fazendo papel de avô, continuaria em plena atividade.

Assumo para você que está lendo que essas linhas são pessoais, um pouco introspectivas, contudo mesmo assim elas vão ressaltar a importância de Warhol no âmbito geral. Conheci ao longe a arte pop, logo no começo da faculdade de artes. Mesmo não ainda estudando diretamente este período me encantava de ver os trabalhos de personagens e marcas de Roy Lichtenstein e Andy. O recurso de usar figuras e marcas famosas sempre foi algo que gostei de observar e até experimentar, porém o que me deu o click para gostar da arte pop foram as cores, a forma utilizada delas: intensas, diretas, sem tantas texturas, sombras, quando isso ocorria ficava a cargo da imagem.

Só isso não era suficiente. Necessário também o conhecimento sobre o que se pautava tal movimento na história da arte. Às minhas primeiras vistas e creio que de algumas pessoas as obras de Andy expõem algo legal, bonito, descolado, transado. Contudo ele e seus pares da pop art tinham como preceito ir de encontro ao pop, criticar o início de um ciclo em que convivemos atualmente: overdose de mídia e celebridades, de desejar ser uma e ter seus "15 minutos de fama". A frase de ter os 15 minutos de fama tem a assinatura de Andy Warhol e continua atual. Marilyn Monroe, Mao Tse Tung e Elvis Presley foram suporte e instrumento para Andy mostrar que o mundo estava ficando midiático e paranoico além da conta.

Todo este pacotão de conhecimentos me inspirou sim. Como profissional, como observador e admirador de todas as artes e assino Andy Santos por causa dele. Alguns criticam a pop art, porém ela teve seu bom papel, e um nome que tem relação com esta afluência no Brasil é Nelson Leirner, recomendo demais conhecer sua obra.

As dicas finais são a seleção de do mister Andy a seguir, e também uma visita imperdível ao museu virtual de Warhol neste link www.warhol.org









***

Siga o De Toda Forma:
Facebook - https://www.facebook.com/detodaforma
Google+ - http://gplusid.com/DeTodaForma
Twitter - https://twitter.com/detodaforma
Tumblr - http://detodaforma.tumblr.com

2 comentários:

  1. O texto flui e nos leva a uma deliciosa viagem através da história e da arte. A abordagem "introspectiva" é, na verdade, a cereja do bolo. Sublime!!!

    Sabia que esse encontro de Andy's ia dar samba! The masters are here. Congratulations!!!

    ResponderExcluir