Search

Os 75 anos da pura longevidade de M&M’s



Um negócio que nasceu da pura observação e tino empreendedor, colocando em evolução uma ideia existente. Tal empreendimento resulta em pura longevidade e uma marca conhecida, que tem a simpatia de milhões ao redor do mundo. E o melhor, essa marca está literalmente a um palmo de alcance. Assim se constitui os M&M’s, gostosos e coloridos confeitos de chocolate, que completam 75 anos em 2016.

Resumindo essa exitosa história – durante a Guerra Civil Espanhola, na metade da década de 1930, o comerciante Forrest Edward Mars viajou para terras ibéricas e notou que soldados comiam pequenos pedaços de chocolate envolvidos por cascas açucaradas rígidas, para evitar o derretimento do chocolate nas mãos. A partir deste fato a inspiração veio, mister Mars botou a mão na massa e criou a receita para os M&M’s, obtendo a patente em 3 de março de 1941.

Primeira embalagem de M&M’s


O fascinante disto é que o produto por si só já se tornou popular. Já nasceram coloridos, o que já atrai uma natural atenção. Na década de 1940 ambientes com ar condicionado eram raríssimos e o povo sofria com o derretimento dos chocolates no verão, e aí os M&M’s foram aquela mão na roda. Começaram a ser um best-seller entre os soldados americanos na 2ª Guerra Mundial e logo após ela teve sua curva ascendente com os civis. A primeira embalagem foi em um tubo de cartolina, mas antes do produto completar 10 anos de vida os confeitos ganharam a proteção com o tradicional saquinho de celofane na cor marrom.

Primeiros anúncios com foco especial nos soldados


O produto já era consolidado por tais fatos citados anteriormente, mais adiante a marca começa a ter a sua própria linguagem a partir da década de 1950, tendo a televisão como grande parceira. Surgem as doces (sem trocadilho) e simpáticas propagandas, com o nascimento dos personagens, que são os que carregam firme e forte a bandeira M&M’s até hoje. Nesse período houve a primeira variação de artigo com a versão amendoim e a expansão por todo os EUA.

A turma reunida para comemorar 2016, o ano do 75º aniversário


Décadas depois os coloridos chocolates se consolidaram mundo afora e se não podemos considerar como a mais valiosa em números, contudo a M&M’s é das marcas que contém mais carisma. Ou na linguagem de hoje, das mais “fofas”. Atualmente as embalagens estampam os personagens, em uma espécie de guia dos produtos. No ponto de venda imediatamente você nota e reage àquela afável fisionomia. O pensamento é, “se eu não comprar agora, compro depois, não resistirei!” O legal da M&M’s é que se tem a sensação de consumir marca/produto com a mesma forma, a mesma paleta de cores, a mesma linguagem desde quando se vê uma peça deles até os confeitos pararem na sua boca, a marca está ali, vivíssima na palma da sua mão.

Olhando a embalagem assim… eles são ou não são fofos?


Aqui no Brasil a marca também conquistou sua parcela de carisma e para fixar mais seu nome nos corações brasileiros faz parcerias com empresas tipo Sky, Mc Donald’s e programas de TV, como a “Batalha dos Confeiteiros”.

No mês que registra seu 75º aniversário a Mars and Murrie (nome completo da fabricante) vem preparando ações nas mídias para deixar marcante esta celebração. O logotipo oficial comemorativo é bem sóbrio, tendo como destaque o número 75 estilizado. Uma grande vitrine para exposição é o carro 18 que disputa a categoria principal da Nascar (stock car americana), patrocinado pela M&M’s e vem com a pintura toda estilizada. Outra ação é o videoclipe mais do que especial da canção Candyman, estrelado pelo cantor Aloe Blacc e o produtor Zedd



Logotipo comemorativo dos 75 anos


Peça comemorativa junto com o carro da Nascar


Carro número 18 pilotado por Kyle Busch personalizado na pista


Campanha do McFlurry com toque especial de M&M’s


***

por Andy Santos
fonte: Blog do Estúdio do Café

Nenhum comentário:

Postar um comentário